in

Recentemente formada… mas nao empregada

Não sei se o nosso País está com falta de trabalho ou tem apenas falta de trabalhadores. É triste, hoje sinto-me triste e desiludida com a nossa sociedade. É certo que não podemos “agradar a gregos e a troianos”, mas não concordo com o que se está a passar.

Aos jovens tenho a dizer que, não há mal nenhum em seres humilde o suficiente e começares no nível “zero”, no entanto, deves também ser audaz o suficiente para lutares pelo teu melhor. Afinal, o teu futuro está nas mãos de quem? Nas tuas ou nas bocas do mundo que acham que sabem da tua vida?

Ninguém diz que mal acabes a tua licenciatura, tens logo o trabalho de sonho à tua espera. E quem vos disser isso, é um valente mentiroso. Tens de lutar por ele e começar por algum lado, e deves meter a experiência em primeiro lugar. Traça os teus próprios objetivos, e serás mais bem sucedido.

A sociedade de hoje em dia, impõe que para termos um futuro brilhante, temos obrigatoriamente de ser licenciados ou ter estudos. Não podemos julgar ou criticar uma pessoa que prefere ser varredor de rua, se até mesmo essa pessoa, que recebe o ordenado mínimo, contribui mais para a sociedade do que alguém que passe um dia inteiro sentado numa cadeira. Alguém já pensou se ninguém quisesse ser varredor de rua, o que seria da sociedade?

Claro que, toda a gente ambiciona o melhor. Mas temos de aprender que no mundo, todos somos precisos a fazer alguma coisa. Não podemos fazer todos o mesmo. Todas as profissões são dignas, cabe-nos a nós enquanto seres humanos, saber aceitá-las e valorizá-las.

Com isto, não me interpretem mal, acho todos devemos ter estudos, mas também acredito que todos devemos ter oportunidade de escolher aquilo que queremos.

Também gostaria de publicar o seu artigo de opinião no nosso site? Clique aqui.

Vote nesta opinião

2 pontos
Upvote Downvote

Publicado por Ana Filipe

Sou uma pessoa calma e livre de influências, penso por mim e não dou tudo como garantido. Gosto de ouvir os outros falar. A minha opinião de hoje pode não ser a minha opinião de amanhã!

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

COMENTE ESTA OPINIÃO!

Da proclamação da “República Europeia” – Reflexão

Como arranjar emprego em menos de 1 mês