in

Quantas vezes já tiveste de ser tu a assumir a culpa?

Todos nós já tivemos, por alguma razão de assumir a culpa. Por amor, porque já gostamos tanto de alguém que assumimos a culpa de algo, para que a pessoa não se afaste de nós. Por amizade como uma forma de proteção porque sabias que se fosse o teu amigo/a a assumir ia ter mais problemas do que tu. Ou apenas por estupidez, porque começas a ficar cansado/a de ouvir sempre a mesma conversa.

Quantas vezes foste estúpido/a ao ponto de assumir que tiveste culpa numa discussão só para que a pessoa que estava contigo não te deixasse? A pessoa que está ao teu lado deve aceitar-te como és. E se não o faz, não te merece. Sem dúvida que pedir desculpa é uma prova de amor, porque deixaste o orgulho de lado, mas assumir uma culpa que não é nossa revela falta de amor próprio.

Quantas vezes já protegeste um amigo que não merecia? Digo-te, protege alguém que “dê o peito às balas por ti”. Não protejas em vão, se o fizeres, acabas por te magoar.

Nem voltes a assumir as culpas por algo que não foste tu que fizeste. Não o faças! Deixa que falem, deixa que critiquem, mas se não foste tu, não voltes a ser tu a assumir a culpa! Dormes todos os dias de consciência tranquila? Começa a fazê-lo! Se não foste tu, estás a preocupar-te porque? Os verdadeiros culpados aparecem sempre..

Também gostaria de publicar o seu artigo de opinião no nosso site? Clique aqui.

Vote nesta opinião

3 pontos
Upvote Downvote

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

COMENTE ESTA OPINIÃO!

Como arranjar emprego em menos de 1 mês

Terrorismo porquê?