in

Publicações de militares da GNR e agentes da PSP a incitar o ódio podem levar à demissão

Quase 600 agentes da PSP e militares da GNR violaram a lei e os regulamentos com publicações de mensagens de ódio nas redes sociais.

A Inspeção-Geral da Administração Interna abriu um inquérito sobre publicações em causa, de teor discriminatório e que incitam ao ódio.

A notícia foi avançada por um consórcio de jornalistas, da SIC, do Setenta e Quatro, do Expresso e do Público, que fizeram uma reportagem sobre o que os elementos das forças de segurança, PSP e GNR, publicaram nos últimos anos, incluindo as várias mensagens com teor proibido pelos regulamentos internos, e pela própria lei.

Segundo a investigação dos jornalistas, todos os agentes e militares visados estão no ativo.

De acordo com a RTP, estes elementos da PSP e da GNR estão a incumprir normas de conduta e várias leis podem vir a ser alvo de penas disciplinares que podem ir até à demissão.

Devem estes agentes continuar a cumprir funções?

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

2 Comments

  1. Olá boa tarde eu tenho um processo crime no tribunal de Vila Nova de Gaia passei pelo um crime muinto grave chamei muintas veses a GNR de lever e não faziam caso do crime que eu estava a passar tive que fugir de casa a força e arranjar outra casa onde eu vivo agora em paz porque se eu não fugise eu hoje poderia estar morta porque eu chamei milhares de vezes a GNR de lever e não faziam caso e ainda um agente chamou me dê louca a saber do crime que eu estava a passar.

  2. Minha opinião pago 1.400€ de IRS devolvem 125€ e gozo

Já recebeu os 125 euros de apoio do estado?

Shakira recusa atuar no Mundial do Catar