in

“Os portugueses têm boas razões para estarem gratos a Mário Centeno”

António Costa afirmou que o assunto Mário Centeno está esclarecido. O primeiro ministro assumiu a “falha de comunicação interna” mas recusou-se a falar mais do assunto por “não ter utilidade para o país”.

publicidade

Recorde-se que no centro da polémica estão os milhões de euros transferidos para o Novo Banco.

O primeiro-ministro lembrou em entrevista à TSF, que a auditoria que ainda está a ser realizada, “devia ter estado pronta em maio e só vai estar pronta em junho”, e é relativa a 2018, enquanto o empréstimo do Fundo de Resolução “é relativo a 2019”.

Sobre Mário Centeno, António Costa disse não existir “quebra de confiança”.

“Os portugueses têm boas razões para estarem gratos a Mário Centeno”, disse salientando no entanto que “ninguém está eternamente no Governo”.

Quanto ao cargo de governador do Banco de Portugal, Costa disse que há ainda tempo para escolher um sucessor a Carlos Costa e que consultará partidos, Presidente da República e instituições.

publicidade

Saiba mais aqui: Entrevista a António Costa

Vote nesta opinião

-1 pontos
Upvote Downvote

Publicado por João Carlos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Jorge Jesus: “Tenho saudades das festas no Marquês…”

Donald Trump acusa Organização Mundial da Saúde de ser “marioneta da China”