in

Os deputados de rica vida e boa morte!

As instituições têm uma dignidade inquestionável. Nem por um segundo duvido do nosso modelo democrático. Mas como tudo o que é humano há lapsos. No tabuleiro estão hoje diplomas que querem ser a lei da eutanásia, ou boa morte. Toca-se no cerne da vida humana: o sentido da vida ou a ausência dele.

O sofrimento vem no pacote da vida. Porquê? Ninguém sabe. O que sabemos é que as chaves da vida e da morte não estão nas mãos de ninguém. Só faltava os deputados agirem, votarem, como deuses. As leis humanas que violam a realidade são filhas de deuses menores.

A vida de um homem, diz o livro da Sabedoria, anda pelos 60, 70, no melhor dos casos pelos 80. “Vamos uns atrás dos outros”, disse-me Eduardo Lourenço na missa do funeral de João Lobo Antunes.

Play god, é o pratinho do dia. Sim, gerir vidas e mortes o que é senão fazermos o que não é da competência dos homens?

A vida é um grande mistério! Assim o sofrimento e a morte. O que fazer? Tudo menos pretender ser sua dona. Ninguém é dono da vida. Por muito que queiramos uma rica vida e uma boa morte somos impotentes. A vulnerabilidade, quer o queiramos, quer não, é o que define a essência do humano . Foi isto mesmo que reconheceu recentemente o Papa Francisco que, como todos nós, somos filhos do Deus Maior, O que por nós morreu numa Cruz há cerca de 2000 anos. E não nos faltam na história homens e mulheres que o imitaram até ao fim. As velas ardem até ao fim, lembram-se?

Também gostaria de publicar o seu artigo de opinião no nosso site? Clique aqui.

Vote nesta opinião

0 pontos
Upvote Downvote

Publicado por Fátima Pinheiro

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

COMENTE ESTA OPINIÃO!

Eutanásia: Todo o Suicídio é uma acusação à sociedade

Eutanásia: Todo o Suicídio é uma acusação à sociedade

Eutanásia!?.Sim ou Não?