in

Não sentes que hoje em dia és cada vez mais criticada?

Ao contrário do que se previa, a mulher já pode sair à rua apenas com a cara lavada, com uma camisola larga, de ténis e até mesmo despenteada.

Para alguns, o estereótipo da “mulher perfeita” foi alterado. A mulher começa a ter alguma liberdade. No entanto, essa liberdade é “ferida” quando te vem criticar. Como se fossem os donos do mundo e da razão. Não são.

Nos dias de hoje, a mulher tem liberdade com o seu corpo. Afinal, é dela. Podemos andar até com roupa do nosso namorado. Como podemos usar um vestido, com um decote ou um pouco mais curto. Até roupa justa, que assente bem no nosso corpo. Se te sentires bem contigo mesma, qual é o problema?

Mas, se vais para a rua de vestido, de saia ou até com um ligeiro decote, és assobiada. Ouves aquele típico “Ehhh boa!” que incomoda. No entanto, se fores com uma camisola mais larga, umas jeans e uns ténis já és “desleixada”. Contraditório, não?

Para além de tudo isto, as mulheres são quem mais criticam. Irónico, não é? És criticada por uma mulher, se tens slicone, se tens extensões no cabelo, se recorres à cirurgias estéticas para “remendar” pequenos detalhes teus.

Mas sabes que mais? É triste que a sociedade se esteja a tornar tão “mesquinha” ao ponto de até umas maminhas mais salientes sejam motivo de conversa. O que importa aqui é: tu deves sentir-te bem com o teu próprio corpo. É teu. O resto, é só o resto.

Também gostaria de publicar o seu artigo de opinião no nosso site? Clique aqui.

Vote nesta opinião

4 pontos
Upvote Downvote

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

COMENTE ESTA OPINIÃO!

Quem tem amigos loucos, tem a memória cheia de bons momentos!

“Black Friday” o dia em compramos o que não precisamos