in

Não escolheu morrer mas o outro escolheu matar

O ano de 2019 tem sido igual aos anteriores. Verifica-se o aumento da violência e casos que culminam em mortes sem razão. A justiça vai andando, arrastando-se. Os suspeitos serão suspeitos de tempo indeterminado e os fugitivos teimam em não ser apanhados.

Os últimos acontecimentos têm chamado a atenção da opinião pública.

Um deles, foi o caso do jovem Lucas Leote, assassinado de forma estúpida à porta da discoteca no seu último dia de trabalho.

O Lucas não escolheu morrer. Mas o outro escolheu matar.

Sentimento de impunidade, de ausência de apuramento de responsabilidades. Onde está o homicida? Quem vai ser responsabilizado por esta morte de quem não merecia? Um jovem de 19 anos que tinha uma vida pela frente, na flor da idade.

Outro caso macabro é o da irmã Tona. Assassinada e violada por um senhor indiciado por crimes, um toxicodependente que tinha saído há três anos da prisão depois de cumprir pena por violação.

“Não sei se as prisões são centros de recuperação ou ‘escolas do crime requintado’”, já dizia o Bispo do Porto, D. Manuel Linda.

Não há dúvidas que o sistema falha demasiadas vezes. Segundo as notícias foram preciso duas tentativas de violação, a juntar aos seus antecedentes para se emitir um mandado de captura.

Será que as autoridades estão atentas? É que mesmo com a mostarda perto do nariz parece que ninguém repara.

Quando há reclusos há solta e que se divertem em discotecas, fazem vídeos para as redes sociais, quando deviam estar na prisão, percebe-se que o sistema falha redondamente.

O “Bandido Street Cigano” esteve no bem bom. Chegou a passar férias no Algarve. Publicou fotografias e vídeos no Facebook, em discotecas.

O homem tinha sido autorizado pelos serviços prisionais a passar uns dias em casa e nunca mais regressou à cadeia. Que controlo existe? Que vigilância?

Esteve à boa vida. Tal como o toxicodependente violador e o homicida de Lucas, que continua ‘desaparecido’.

publicidade

Também gostaria de publicar o seu artigo de opinião no nosso site? Clique aqui.

Vote nesta opinião

Publicado por Margarida

Gosto de opinar sobre os mais diversos assuntos da atualidade. Este será o espaço onde darei o meu ponto de vista sobre o comportamento da sociedade.

publicidade

Deixe uma resposta

publicidade

Ó Lage, não inventes!

Perdoa-lhes Cristiano, pois não sabem o que fazem!…