in

Não é a vida que separa as pessoas. Mas sim estas cinco coisas.

Maldade. Nos dias de hoje, e infelizmente, existem ainda muitas “cruelas”. Pessoas más, que vivem para prejudicar os outros. São pessoas ruins, que só são felizes a fazer mal ou a ofender quem lhe é próximo. São realmente pessoas frustradas.

Hipocrisia. As pessoas falsas. As pessoas que têm a necessidade de usar uma máscara. São pessoas que fingem sentimentos. São pessoas que têm tendência de exagerar nas suas virtudes, porque escondem os seus defeitos. São na verdade, atores, estão a representar um papel. Que na verdade, só acredita quem quer.

Traição. Primeiro que tudo, quando traís, estás a trair-te a ti mesmo. Aos teus valores. Se és traído, perdes a confiança. Se trais, o que é que tu pedes de volta? Achas que enquanto pessoa individual, és feliz?

Egoísmo. Pessoas que têm sem dúvida, excesso de amor próprio. Bom ou mau? Hoje em dia, respondo que é bom. Seguindo os meus valores, digo que é depende.

Falta de respeito. São as pessoas que te faltam ao respeito ou és tu que não delimitas a tua linha do respeito?

Por isso, digo que não é vida que separa as pessoas. São os valores de cada um. São eles que nos levam a seguir caminhos diferentes. Cabe a cada um fazer a sua própria reflexão sobres estes valores e saber se somos capazes de lidar com eles.

Também gostaria de publicar o seu artigo de opinião no nosso site? Clique aqui.

Vote nesta opinião

-2 pontos
Upvote Downvote

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

COMENTE ESTA OPINIÃO!

Já sentiste raiva de ti mesma por teres um coração tão bom com quem não merece?

Da proclamação da “República Europeia” – Reflexão