in

Marcelo diz que 400 casos de abuso na Igreja não é um número “particularmente elevado”

Marcelo Rebelo de Sousa não ficou “surpreendido” e não considera que o número de 400 queixas de abusos sexuais, recebidas pela Comissão Independente, seja um número “particularmente elevado“.

A comissão Independente para o Estudo dos Abusos Sexuais contra as Crianças na Igreja Católica Portuguesa revelou que já recebeu 424 testemunhos e assumiu que a maior parte dos crimes reportados já prescreveram, havendo apenas 17 casos enviados para o Ministério Público.

Concorda com as palavras do Presidente da República?

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

One Comment

Lisboa vai gastar entre 30 a 35 milhões de euros com a Jornada Mundial da Juventude

Limitação do aumento das rendas