Juíza não considera violência doméstica ato de arrastar mulher pelo pescoço até ao carro. Concordas?

 

O Tribunal de Paredes deu como provado que uma mulher foi agredida em plena rua, mas o autor do crime acabou por ser absolvido.

O arguido foi ainda absolvido de três crimes de ameaça aos militares da GNR. A juíza do Tribunal de Paredes considerou que caso não teve gravidade para ser um crime de violência doméstica e condenação por ofensa à integridade física não era possível por ausência de queixa da vítima.

Juíza não considera violência doméstica o ato de arrastar mulher pelo pescoço até ao carro. Concordas?

Justifica a tua opinião