in

Greta Thunberg e uma luta em contra-relógio. Estamos todos no mesmo barco?

Greta Thunberg chegou esta terça-feira a Lisboa depois de atravessar o oceano a bordo de um catamarã. Desembarcou na Doca de Santo Amaro, em Alcântara, onde foi esperada por algumas centenas de pessoas.

A ativista sueca tornou-se conhecida em agosto de 2018, quando com 15 anos começou a faltar à escola para protestar em frente ao Parlamento sueco.

Desde aí tornou-se um símbolo no combate contra as alterações climáticas movendo adolescentes e jovens. O seu protagonismo levou-a mais alto, a participar inclusive em conferências do clima da ONU. Uma espécie de mandante, de messias para aquilo que há anos e anos é dito por cientistas e ignorado por governantes.

Ignorado durante anos por governantes porque não ser de fácil implementação e porque os negócios e interesses nem sempre o permitem. Certo é que o paradigma tem estado a mudar.

Todos defendemos que deve ser feito algo para combater as alterações climáticas, mas também todos temos dificuldade em aceitar que o nosso estilo de vida seja alterado e que existam uma série de medidas e comportamentos que têm de ser modificados de forma profunda.

É difícil esta mudança de paradigma. A luta de Greta é legítima. A luta dos jovens que estão preocupados com o futuro é fácil de entender. Mas difícil de por em prática.

Greta tem mérito, por pôr toda a gente falar dela e das alterações climáticas. Mas nem tudo o que diz está correto e por isso mesmo há que medir as bases da tolerância e do aceitável.

Posso até parecer muito injusta, mas é a verdade é que não podemos retroceder e recuperar. Não dá.

Se fosse em termos de emoção e do querer um mundo mais verde e melhor, que garantisse melhores condições às futuras gerações, estávamos todos no mesmo barco.

Mas a política também mede os riscos que isso comporta. É como se de uma balança se tratasse. Tentar equilibrar a razão e a emoção, ao mesmo tempo que temos um contra-relógio difícil de cumprir.

publicidade

Também gostaria de publicar o seu artigo de opinião no nosso site? Clique aqui.

Vote nesta opinião

Publicado por Margarida

Gosto de opinar sobre os mais diversos assuntos da atualidade. Este será o espaço onde darei o meu ponto de vista sobre o comportamento da sociedade.

publicidade

Deixe uma resposta

publicidade

Rumo ao Euro-2020 – sem chama e aos repelões

Deixa lá, Cristiano. Que se lixe a Bola de Ouro!