in

Eutanásia porque não, caramba!

Senhor Deputado, Eutanásia quer dizer “bela , boa, morte”. Em Portugal estamos na véspera de um debate parlamentar que poderá resultar na sua legalização. No dia 29 de Maio. Seriamos assim o sétimo país, no mundo, a ter uma lei destas. Mas que “avanço”, que “pós,pós, modernidade”, dizem uns ; “que crime”, que retrocesso civilizacional, digo eu, diz Isilda Pegado. Presidente da Federação Portuguesa pela vida. O tema não se arruma num post num livro ou num sermão. Nem numa discussão aberta e democrática. Por outro lado, o tema até já está arrumado, e há muito.

É uma questão de bom senso. Mas,  claro, as razões são para se exibirem. Ça va de soi que a morte é algo sagrado, misterioso. Não se arruma de todo. Aguilhão que leva a questionar, a filosofar. E levou às primeiras expressões religiosas da humanidade. E levou e leva às filosofias, saber que está em desuso mas que muita falta faz.

A crença na imortalidade é tão poderosa que se impôs de si, dissociada da crença em Deus. O célebre “um filho, uma árvore, um , livro”, diz tudo. Ninguém quer morrer de todo. Esperamos mais qualquer coisa.

A morte é desejada quando é insuportável viver. A lei daria a morte a quem a  pedisse nesses termos. Contudo, tocar no sagrado é crime porque se toca e altera radicalmente a vida, a qual o homem não sabe explicar. Quem “faz” a vida?

Não te mato porque não sei quem és.  Só sei que a vida, no seu grande  mistério, é mais que tu e eu. Transformamo-nos numa grande pergunta. Quem somos?

Oiço dizer que “Deus é Amor” (Primeira Carta de S.João  Deus é amor. Aquele que vive no amor vive unido com Deus, e Deus vive unido com ele. ” -1 João 4.16. ). É verdade. O amor que experimento , não sou eu que O faço. Eu agradeço-Lhe. É esse amor que me faz dizer a quem me pede a morte: I stand by you.  Não te largo.

Brincar à vida e à morte é a coutada das ideologias. Dar a vida é obra da Cruz de Cristo. Quem quizer que O siga. É duro e pesado. Mas é verdade. Como é verdade que é passagem para a Ressureição. Um assunto pessoal e intransmissível.

Também gostaria de publicar o seu artigo de opinião no nosso site? Clique aqui.

Vote nesta opinião

1 ponto
Upvote Downvote

Publicado por Fátima Pinheiro

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Loading…

0

COMENTE ESTA OPINIÃO!

Regulamento Geral de Proteção de Dados ( RGPD ), more jobs for all !!!

Medidas de anti-corrupção do Peru contra corruptos do governo e de empresas

Medidas de anti-corrupção do Peru contra corruptos do governo e de empresas