in

Equipas do Mundial já não vão usar braçadeira LGBT depois de ameaças da FIFA

Os capitães das seleções da Alemanha, Inglaterra, País de Gales, Suiça, Países Baixos, Dinamarca e Bélgica já não vão usar a braçadeira de apoio ao direitos LGBT. 

A decisão surge depois ser anunciado que uma das sanções possíveis seria o mostrar do cartão amarelo ao jogador que usasse o objeto, condicionando desde logo o seu jogo.

“A FIFA foi muito clara dizendo que iria impor sanções desportivas se os nossos capitães usassem a braçadeira em campo. Não podemos colocar os nossos jogadores numa posição em que podem ser sancionados, por isso pedimos aos nossos capitães para não utilizarem as braçadeiras nos jogos do Mundial”, pode ler-se num comunicado conjunto assinado pelas sete federações.

Concorda com estas ameaças da FIFA?

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Cristiano Ronaldo: “Quando vierem os próximos jogadores à conferência não perguntem sempre sobre mim”

Bispo do Porto não quer casamentos e batizados enquanto Papa estiver em Portugal