in

Centro Europeu de Línguas – “Formador ignorado… negócio dourado?!”

Centro Europeu de Línguas – “Formador ignorado…Negócio dourado?!”
Quando falamos em aprender Francês, Inglês, Alemão, associamos imediatamente a algumas instituições bem conhecidas de todos – a Alliance Française, o British Institute, o Goethe-Institut… etc. No entanto, outras escolas, não tão conhecidas, poderão surpreender-nos com as suas gestões financeiras. Senão vejamos.

Faz este mês 1 ano que começou a maior dívida até hoje para comigo.

A minha paixão pela língua Alemã levou-me a candidatar a uma vaga existente no Centro Europeu de Línguas – CEL, sucursal do Areeiro. Tudo correu bem, embora o meu pagamento nunca acompanhasse o mês devido. De acordo com as regras da “casa”, são necessários 45 dias para o pagamento se efectivar,  o que proporciona tempo suficiente para que tudo seja  bastante mais confuso. Assim, o pagamento da minha última formação (Junho2018) ficou “estranhamente” esquecido. Aquando de um novo convite para o ano lectivo 2018/19, que agradavelmente aceitei, a minha condição foi cumprida e, em Outubro(somente), esse atraso foi rectificado. Longe de mim, imaginar que tudo iria repetir-se e piorar!

Passei o ano lectivo a enviar mensagens ao Director do CEL, dizendo que o atraso de 4 meses começava a ser inaceitável e que suspenderia a minha actividade. A resposta era sempre a mesma.

“Na semana seguinte, tem o dinheiro na conta.”

Fazer greve…parecia um pouco bizarro. Afinal, falamos de uma escola privada.

Mas… tive de a fazer!

Após essa medida tão drástica que nunca, até então, havia tomado, os  pagamentos  até fevereiro 2019 foram efectuados. Seguiram-se as formações dos meses de Março…Abril…Maio…Junho…Julho…

Levei o curso muito a sério.

– despendi dinheiro em fotocópias,

– utilizei artigos e produtos alemães que qualquer aluno/formando vocacionado para o estudo de uma nova língua gosta de contactar e provar, pois para motivação neste tipo de aprendizagens, a língua e a cultura devem andar de mãos dadas,

– superámos os nossos objectivos,

– o grupo/turma alcançou sucesso mais do que satisfatório, como mostrou o pedido dos formandos para que o professor continuasse e até, um presente que carinhosamente guardo.

“…Professor, lamentamos muito que ainda hoje, último dia do curso, o Centro Europeu de Línguas tenha dívidas para consigo desde março, pois sabemos, de fonte segura, que o Departamento de Relações Humanas aqui do Banco PARIBAS enviou ao CEL todo o montante correspondente a este curso…”

Revoltado com a ingratidão do CEL, resolvi tornar esta situação pública e regista-la no Portal da Queixa assim como no da Deco. Qual o meu espanto, quando verifico ali, outros  formadores que não tiveram outro remédio, senão exteriorizarem o seu desespero pela falta de escrúpulos do CEL para com todos eles, também formadores dedicados.

Também gostaria de publicar o seu artigo de opinião no nosso site? Clique aqui.

Vote nesta opinião

Publicado por J De S Mateus

Deixe uma resposta

A nossa Democracia

O vírus de intervenção humana?