in

Após polémica, Catar oferece parte dos estádios aos mais pobres

O Mundial do Catar está envolvido em polémica. Depois de muitas criticas, a Amnistia lançou uma nova petição para que o Catar e a FIFA assumissem a responsabilidades na compensação dos danos causados às famílias das vítimas e trabalhadores que sofreram acidentes de trabalho.

A petição PayUpFIFA reclama uma verba de 433 milhões de euros.

Após a polémica, alguns dos estádios onde vão decorrer os jogos serão oferecidos aos mais carenciados.

Os estádios são na sua maioria desmontáveis e removidos após terminada a prova. O objetivo é serem convertidos em infraestruturas de apoio à comunidade.

O Estádio Lusail que conta com as 80 mil cadeiras deverá ser oferecido a projetos desportivos por todo o mundo.

O Estádio Education City, situado em Al Rayyan, com lotação para 40 mil espetadores, terá os assentos do anel superior do estádio doados a um país carente de infraestruturas desportivas.

Gostou destas ofertas por parte do Catar?

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Wayne Rooney sobre Cristiano Ronaldo: “A idade chega a todos”

“Os árbitros serão a equipa que vai ter o melhor desempenho neste Mundial”